R E F L I T A:


Mande suas críticas e sugestões: sbritom@hotmail.com


sábado, 17 de abril de 2010

Eduque hoje e não puna amanhã

Tanto o educador como o educando são sujeitos ativos que se constroem por meio da ação, num determinado contexto histórico social. A educação acontece através de uma interação entre professor - aluno: ambos possuem papéis específicos. O docente como aquele que cria as condições para o processamento da atividade educativa, e o discente como aquele que busca neste cenário subsídio para o seu desenvolvimento cultural e intelectual. A relação educador - educando deve ser amistosa, amorosa. O professor esteja disponível para ajudar o aluno, e, para isso, dedica o melhor de si. Ou seja, oferece meios que possibilitam o educando adquirir experiência pessoal e independência reflexiva, crítica... Neste aspecto, é bom frisar que a busca pelo ensino aprendizagem não se deve utilizar nem o autoritarismo nem o paternalismo.




O autoritarismo submete o educando pelo o medo, o paternalismo submete-o pelo fato de não permitir que agarre a vida com as próprias mãos. Portanto, nem autoritarismo, nem paternalismo, mas uma relação clara e sadia, com cada qual cumprindo seu papel no processo educativo, sem a necessidade de castigo, perseguição ou medo, porém, com determinação, ética e responsabilidade recíproca: entre professor - aluno. Nesta linha de reflexão, recordo-me do filósofo Pitágoras que teria dito: "Eduquem as crianças de hoje e não será preciso castigar os homens de amanhã". Com outras palavras, se educarmos a juventude de hoje teremos no futuro bons pais de famílias e honestos cidadãos.



Fonte:Fragmento da matéria retirada do Jornal "Gazeta de Cuiabá, 24/09/2007

2 comentários:

  1. Adorei os posts do seu blog.
    Você está de parabéns.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Aline, obrigada pela visita. Volte sempre. Que bom que vc gostou do meu bolg!

    ResponderExcluir